Viagem astral

O que é uma projeção astral ?

Geralmente a maioria das pessoas em algum momento de sua vida tenha ouvido o termo “Projeção Astral”. Isto poderia ter sido explicado a partir de um amigo, um livro ou um filme.




Poucas p:essoas embora entendam que projeção astral é um caso real, e que isso é algo que todos podem fazer e que as possibilidades são muito maiores que você possa imaginar quando está projetado no plano astral sem nem sequer perceber.

Primeiro precisamos entender o que realmente é projeção astral.

Projeção astral é a capacidade que uma pessoa tem de deixar seu corpo físico. Esta é uma habilidade que toda pessoa tem, e que toda pessoa faz quando vai dormir à noite. Quando se está dormindo nosso corpo está em repouso físico e a mente subconsciente assume o controle.


Quando isto acontece é que uma pessoa está em astral. A maioria das pessoas simplesmente não lembra de ter feito isso.

Quando uma pessoa está nesse estado elas vão para onde eles querem ir. Se você estava pensando em voltar a sua infância, você provavelmente irá recordar a será capaz de fazer isso quando você for para a cama, com idades compreendidas como você se esqueceu. É possível ir a qualquer lugar, não existe tal coisa como o tempo ou distância, quando se trata de projeção astral.

Quando uma pessoa está dormindo, é o corpo físico que está adormecido, o corpo astral é o que viaja. Isto traz à mente a seguinte pergunta, qual é o corpo astral? O corpo astral é o invisível duplicado do corpo físico, comumente conhecido como o corpo etéreo, que é o núcleo de nossos sentimentos e desejos.

Seria possível deixar o corpo astral, e não voltar?

Não o corpo astral está ligado ao corpo físico por um cordão de prata. Este cordão de prata é ligado ao corpo físico, e uma vez que o corpo astral entra no corpo físico não pode ser cortado até o corpo astral deixar o corpo físico no último dia da sua vida, até a morte. É o cordão de prata que impede o corpo astral de ficar muito tempo longe do corpo físico.

Outra questão que muitos têm é aonde você vai quando você está projetado no astral? O corpo astral vai para o plano astral. Que é o “corpo duplo” da Terra e ela vibra mais rápido, então, o estado físico da Terra e as vibrações penetram no núcleo da Terra. Outros definem o plano astral como uma outra dimensão da realidade. A maioria pode concordar que há mais de um nível para o plano astral.

É perfeitamente natural nesta altura a questão sobre se existem ou não quaisquer perigos para a projeção astral. A resposta é sim e não. Temos estabelecido que a projeção astral é uma coisa que toda pessoa é capaz de fazer. Entendemos também que, não é possível que o corpo astral possa deixar o corpo físico e não mais voltar.

Mas, como você faz com qualquer coisa, você precisa para manter consciente sobre você. Isso significa que você precisa ter certeza de que você tem habilidades tão sólidas e pensar que você está indo para onde você quiser, e você sabe o que quer.

O perigo vem em seguida, quando você está projetado no astral e quando você não tem idéia do que está acontecendo. Assim, se uma pessoa está sob a influência de álcool ou de drogas poderá acabar em lugares ruins, isso seriam os de mais baixos níveis do plano astral.

É por isso que é importante que você saiba o que você está fazendo e onde se pretende ir.

A meta é se projetar no astral conscientemente. Você deve ter o controle completo sobre o que seu corpo astral está fazendo. O controle é proveniente de seus pensamentos. Há um número de profissionais no campo da projeção astral que ensinam técnicas diferentes para ajudar você a ter um melhor controle dessa experiência. Há também livros e vídeos que uma pessoa pode obter para adquirir conhecimentos sobre a projeção astral.

Não fique frustrado se você não for capaz de ter sucesso na sua tentativa pela primeira vez ou mesmo na segunda ou terceira vez. Isto é algo que você deve praticar. Não é uma habilidade que você tem que adquirir, todos nós somos capazes de fazê-lo, muitos acabam se esquecendo de como é e não sabem como se deve lidar quando se está nesse estado, se esquecem da sua habilidade natural.

Ainda não se convenceu? Quando foi a última vez que você sonhou em voar ou sentir como se você estivesse caindo? Aquela queda veio da sensação quando você percebeu que corpo astral estava voltando para o corpo físico.

A projeção astral é real, e qualquer pessoa pode fazer e se beneficiar, basta se aprender a alinhar sua freqüência à sua capacidade natural.


Mecanismo da viagem astral :

Estamos aqui com um assunto muito importante, em que podemos descobrir um fenômeno tão natural como a própria vida, que é a projeção astral.



Os mecanismos vão se desenvolvendo com o tempo. Mesmo que ninguém estude a projeção astral, os mecanismos se desenvolvem.

Quando acordamos, aqui, no físico, na maior parte das vezes, pode acontecer que não nos lembremos de tudo. A maior parte das pessoas sonham e lembram dos sonhos.

Como são maravilhosos os sonhos; poder acordar e lembrar de uma situação melhor do que a que vivemos aqui é estimulante, nos gera esperança, nos traz tranqüilidade e nos traz fé de algo melhor.



Palestra : Mecanismos da Projeção Astral (04/10/2000)
No entanto, o sonho e a projeção são coisas diferentes. A projeção astral é um fenômeno que todos os seres vivos têm. Mesmo as pedras se projetam. As plantas, os animais e principalmente nós, seres humanos, que temos a capacidade de sair do mundo físico e de nos lembrar o que aconteceu enquanto estávamos fora.

Isso é uma maravilha.

Mas o que seria essa projeção? Imagine um espírito. Um espírito, para se manifestar nos mundos da forma… O nosso mundo é um mundo da forma, só que é ummundo físico. Tem o mundo da forma etérico, o mundo da forma astral, o mundo mental.

E no mental, há subdivisões de níveis evolutivos: níveis evolutivos de Krishna, de Buda, de Cristo, níveis de transcendência – tudo no mental. E aqui, no físico, estamos engaiolados por um corpo de carne, emocional, instintivo que precipita o desenvolvimento do raciocínio. Percebemos as limitações desse corpo.

Não conseguimos nos teleportar, levitar ou volitar. Não conseguimos ter visão além do alcance físico – e, geralmente, o alcance físico é bem restrito. Não conseguimos nos lembrar muito do passado. Mal nos lembramos de nossa infância, muito menos de vidas passadas, a não ser em raras exceções.

Na projeção astral, podemos vencer as restrições corporais, físicas, porque o corpo astral tem mais possibilidades ou, melhor dizendo, os corpos astrais. Temos vários e podemos nos deslocar com vários, ao mesmo tempo, para lugares Diferentes.

Cada um possui uma identidade um pouco diferente do outro corpo e todos eles constituem o nosso ser. Podemos nos dividir, mas sempre mantidos pela mesma centelha. De início, pode parecer um pouco confuso, porque se pensará: “Nossa, mas como? Podemos ser outro corpo? E não apenas outro, mas outros corpos?” Sim, podemos.

Dá quase para montar um time de futebol. Não chega a nove, mas dá sete. Está certo que um time não tem nove, mas… Nem em jogo sou chegado – viu, gente? -, mas sei que tem gente, aqui, que acorda de madrugada para assistir jogo. Quando nos projetamos com todos os corpos, teremos sete corpos.

“Nossa, sete corpos?” Certa vez, uma pessoa veio falar: “Aldomon, está acontecendo uma coisa squisita, porque, geralmente, você fala em projeção astral, mas fala que a pessoa tem quando está dormindo. Eu estou me projetando, mas acordado. Muitas vezes, estou dirigindo e, de repente, me vejo em outro lugar. Dirigindo o carro.

Dá medo de bater, de ficar vermelho o sinal e não saber o que aquilo significa. O que é isso? Estou ficando louco? Estou tendo visões?” Não. Está em projeção com um corpo mais sutil. Temos sete corpos astrais. Geralmente, para estarmos no corpo físico, usamos o primeiro corpo stral geralmente.

Porque, se você estiver encarnado em dois corpos físicos, ao mesmo tempo, você pode estar usando o segundo, nesse corpo, o primeiro, em outro corpo e o terceiro, em outro corpo. Já pensou? Encarnado várias vezes? Aí, você não vai estar com o primeiro.

Tem um corpo físico que vai estar com o primeiro corpo astral, mas o outro vai estar com outro corpo astral. E a pessoa não vai nem saber que está encarnada em vários corpos astrais. Por quê? Porque, se ela não tiver a sintonia dos corpos, ela não vai transferir os dados de um corpo, a memória, a inteligência, a identidade, a personalidade de um corpo para outro corpo.





manual de projeciologia :

O que acontece na Peojeciologia. Não é espírito, mas outro corpo que se pode projetar para além das barreiras físicas. Por centenas de anos perdura a idéia de que o homem é feito de dois componentes: o corpo material e o espírito ou alma, que vem de Deus.


Mas, alguns filósofos e ocultistas afirmam que há um terceiro elemento, o corpo astral, o corpo de luz, o corpo estelar. É uma reprodução do corpo de carne e osso, mas feito de material muito mais fino e com luminosidade.

Pode vagar e se mover, atravessar objetos sólidos, sobrevive à morte (quando deixa o corpo físico) e passa a existir no plano astral, que é o plano normal da vida, mas chegando até o além.


Uma jornalista católica, Anne Osmont, também ocultista, ofereceu curioso relato de uma viagem astral. Ela morreu em 1953. Contou esta história: conseguiu, numa viagem astral, deixar provas materiais de sua experiência.

Era muito amiga de um casal de franceses como ela e escultores os dois.

A esposa Annie repetia sua completa descrença na possibilidade da viagem astral, ou mesmo na existência do corpo astral. Anne Osmont resolveu provar-lhe o contrário: com grande esforço, que durou meia hora, conseguiu libertar seu corpo astral, projetá-lo através de paredes e ir até o quarto onde dormia o casal amigo.

Num aparador havia um licoeiro de cristal. Ela decidiu derrubá-lo. O esforço então, foi como se estivesse tentando mover um piano. Mas, conseguiu seu intento e o licoeiro foi se espatifar no chão.

O casal sentou-se na cama e ela ouviu a esposa murmurar: “Deve ser aquela idiota da Osmont”. Dias depois, Anne encontrou o homem e lhe relatou a cena até os mínimos deta-lhes.

Na sua história, Anne Osmont afirma que o esforço para mover o licoeiro a deixara exausta por vários dias. Os especialistas dizem que a remoção de objetos, em viagens astrais, e coisa muito rara.

Nativos que mudam de pele.

Entre os nativos da América Central, a projeção do corpo astral é conseguida com cantos encantados. A operação se chama “mudar de pele”.

Tem que ser efetuada depois do anoitecer, num lugar frio e deserto. Inteiramente nu, o indivíduo canta uma das canções: ao final, seu corpo material fica inconsciente.

Ele pode se tornar visível ou invisível, à vontade, ou tomar a forma que escolher. Mas a aparência normal é de uma luminosidade oval, difusa: quem chegar bem perto, pode enxergar através dessa luz.

Outro caso: O Dr. Fracis Lefebue, que praticava respiração ioga há sete anos, conta que, durante a Segunda Guerra Mundial, era médico num campo de prisioneiros, na Argélia. Um dia foi convocado pelo tenente.

Encontrou-o no barbeiro. E o oficial lhe contou que o vira, na noite anterior, no meio do caminho para a estação.

Vira com clareza e presenciara seu desaparecimento, como por encanto. “Depois disso conta o Dr. Lefebue – o tenente nunca mais zombou de mim, como fazia antes.”

Como fazer a viagem astral!

Pelo testemunho dos que dizem viajar astralmente, conclui-se que o andar não é diferente dos movimentos do corpo físico, a não ser uma certa sensação de bem-estar e de leveza.

O Dr. Lefebue conta que se lembra das vezes em que estava andando pelo quarto, sem saber se era sonambulismo ou uma projeção astral, até que se sentia flutuar.

Descreve a sensação do corpo astral com a sensação experimentada por alguém que sofre qualquer amputação: “sente” os movimentos do braço que foi cortado.

Para projetar-se astralmente, o Dr. Lefebue depende de grande força de vontade, inclusive exercícios de ioga nos quais aumenta sempre, mais e mais, os intervalos da respiração.

O mais experimentado dos modernos viajantes astrais americanos, o escritor Sylvan Muldoon, empresta grande importância a: primeiro construir forte desejo no subconsciente, que se alojará no consciente astral e em seguida, concentrar-se na própria imagem, no espelho.

Depois, a atenção tem que concentrar-se nas batidas do coração e na tentativa de tomar consciência da pulsação em qualquer parte do corpo. Então, repetindo sugestão mental, o coração deve ser forçado a diminuir o ritmo.

Muldoon diz que um estudo real e uma vontade férrea de viagem astral sempre trará resultados porque a determinação criada no subconsciente, inevitavelmente emergirá.

Sylvan Muldoon, escritor americano, afirmava que um intenso desejo pela viagem astral traria resultados e afirmava ter realizado a experiência.

Há a possibilidade de que algumas aparições ou visões imateriais de pessoas – vivas ou mortas – sejam devido a presença de corpos astrais. Há o caso de Lady B. e sua filha que, em 1892, afirmaram ter visto a fantasmagórica figura da uma mulher olhando em seu espelho.

Hornell Hart escreveu, em Enigma da Sobrevivência: Lady B. viu a mulher em três quartos de perfil. A senhorita B. viu a figura por trás, ” o rosto não lhe era diretamente visível, mas o viu perfeitamente refletido no espelho”.

As descrições mostram que o que viram as duas mulheres se assemelhava à presença física de uma pessoa, no quarto.

lustrações que demonstram os movimentos do corpo astral, quando desprendido do corpo normal. Os dois são ligados por uma corda elástica que, esticando-se ou retraindo, causa instabilidade ao corpo astral.

Completada a “viagem” ele volta ao indivíduo, no que se chama interiorização [desenhos de W. A. Watts].

Os hindus que voam pelo céu.

A idéia do corpo astral é muito antiga. Escritos hindus descrevem os oito siddhis, ou poderes sobrenaturais, que podem ser conquistados por um tipo de ioga chamado pranayama.

O sexto deles é “voar pelo céu”, aparentemente se referindo ao que hoje e chamado de projeção astral.

R. Dodds mostra que a idéia ocidental do corpo astral se originou na filosofia grega clássica, aparentemente sem qualquer influência oriental. Platão, em suas Leis (livro 10), discute as almas das estrelas, que dirigem suas trajetórias.

Ele diz que alguns acreditam que essas almas são de fogo ou de ar, além da matéria própria das estrelas.

Diz ainda que, embora não seja visível, a alma humana nos envolve de forma imperceptível a todos os sentidos. Em Timaeus diz-se que o Criador fez almas que colocou nas estrelas, como se estivessem em carruagens.

Essas almas eram para nascer depois como humanos e, se tivessem vida virtuosa, voltariam de volta às estrelas, depois da morte.

Aristóteles, discípulo de Platão, desenvolve a teoria de que o pneuma ( ar ou respiração) é elemento constituinte de homens e animais, onde reside a alma, de material análogo ao das

estrelas. Todo esse complexo de idéias e teorias, resultou na noção atual da existência do corpo astral.


Nessa noção do corpo astral tem continuidade no Oriente. No Purgatório, de Dante, (Canto 25), escrito no séc. 14, é dito que depois da morte, “a alma ao redor cria o seu próprio poder criador, semelhante à sua forma viva, em aspecto e tamanho … o ar circundante adota a forma que a alma lhe impõe”.

No séc. 16, Agripa Von Nettesheim parece referir-se ao corpo astral, quando fala das “férias do corpo, quando ao espírito é permitido transcender suas limitações, como uma luz que escapa de uma lanterna, para espraiar-se pelo espaço”.

Duplo etéreo e corpo astral.


Os termos “corpo astral” e “duplo” são utilizados para mencionar diferentes tipos de fenômenos. Um deles é chamado “duplo etéreo”, idêntico ao egípcio Ka, a força vital que dá vida ao corpo representado em arte como uma exata reprodução do corpo físico.


Os hindus o chamam de linga sharira, ou ” forma vital”, que é mais ou menos o “sistema de fios” do corpo. O fato de Sylvan Muldoon ter dado ênfase à “corda” que disse sentir ligando a projeção ao corpo físico, sugere que suas experiências envolvam a separação do corpo físico, não somente do corpo astral, como do duplo etéreo.

Na Escócia, fala-se de “o adiantado”, significando manifestações da presença de uma pessoa, antes que ela chegue ao lugar. Isso é diferente do conceito de corpo astral, que encerra integral consciência de tudo.

O verdadeiro corpo astral também se aplica a certos estados de sono, ou perda de consciência física.

Os sonos de cura, nos santuários gregos do deus Asclépios, que aparentemente afetavam uma projeção fantasmagórica do corpo físico, parecem mais referir-se ao duplo etéreo do que ao corpo astral.

Algumas autoridades modernas, como D. J. West e Anthony Flew, mantém uma atitude de bem humorado ceticismo em relação ao corpo astral e projeções.

Por outro lado, o prof. Hart anotou com escrupulosa neutralidade todos os pontos de vista, a favor e contra, em seu Enigma da Sobrevivência. Ele entende que “essas diversidades entre as várias descrições no mundo astral, e do após vida, não podem ser explicadas somente pela acusação de que são meras fantasias.

A evidência comprovada da realidade da projeção astral parece bastante conclusiva; e a evidencia de que as aparições de pessoas mortas são veículos do consciente que sobrevive também é convincente.

HOMEM, MITO & MAGIA; Redação; O Corpo Astral; Fascículo Semanal; São Paulo, SP; Editora Três; Vol. III; N.º 28; s. d.; 6 ilus.; pág. 557- 559.


A ARTE DE DESDOBRAR-SE.


A cultura de muitos povos antigos fala da existência de um segundo corpo do homem, capaz de desprender-se do físico e viajar para lugares distantes ou outros planos de vida.



O desdobramento ou, segundo Waldo Vieira – autor do livro Projeciologia -, a projeção da consciência fora do corpo humano é um “fenômeno antigo e universal, de todas as épocas, raças e povos, mesmo daqueles considerados não-intelectualizados, atrasados ou selvagens.






Tecnicas de projeção astral :

Quando se fala em projeção, as pessoas normalmente acham que é um “bicho de sete cabeças” não é, aprenda as Técnicas para ajudar como se projetar.

Existem outros caminhos para uma projeção consciente…

Geralmente todas as pessoas quando dormem liberam seu espírito para atividades no astral.O espírito liberto do corpo físico, procura coisas e atividades de seu interesse.

Nossa mente física está programada para não se lembrar dos “sonhos” ou atividades do nosso espírito durante o sono físico.

Procure todos os dias ao despertar ficar pelo menos cinco minutos pensando no que “sonhou”.

Caso ache necessário, deixe um papel e caneta ao lado de sua cama para anotar todos os seus “sonhos”ao despertar.


Isto fará com que sua mente passe a aceitar como “normal” o fato de você lembrar-se de seus “sonhos”

Numa segunda etapa, habituando-se e com a aceitação das lembranças de seus “sonhos”, você normalmente passará a ter “sonhos vívidos”…

Numa terceira etapa você passará a “interagir” com seus “sonhos”, isto é, você começará a fazer o que quiser dentro dos seus “sonhos”…

A partir daí você terá que treinar sua mente para discernir o que é realidade e o que é lembranças intercaladas ou criações instantâneas de sua mente…

Numa última etapa você começará a sair consciente de seu corpo físico…

TÉCNICA DO BALANÇO:

Quando já estiver em EV ( estado vibracional) pense em balançar o corpo…

Um pequeno impulso é o suficiente para você desprender-se de seu corpo físico.

Não pense em nada… se pensar em alguma coisa, você será “puxado” de volta para seu corpo físico, como numa espécie de vertigem.

adsense2

Espere estar bem longe de seu corpo físico, onde o que poderíamos chamar de “campo etéreo” estará menos influente sobre seu corpo astral.

Hoje (03/07/2004) usei esta forma de balanço ao sentir-me em EV e saí facilmente do meu corpo físico

Autor : Wagner Borges -



TÉCNICA DE VISUALIZAÇÃO

1. Sentado confortavelmente, visualize uma bola de luz flutuando sobre sua cabeça.

2. Lentamente, faça-a descer e interpenetrar o alto da cabeça.

3. Faça-a descer lentamente por dentro da cabeça e, ao mesmo tempo, diminua seu tamanho gradativamente.

4. Leve-a por dentro do rosto, do pescoço e do peito (gradativamente diminuindo seu tamanho), até que ela alcance seu tamanho mínimo no centro da coração.

5. Mantenha essa visualização por uns três minutos.

A seguir, deite-se tranqüilamente e preste atenção no ponto luminoso dentro do coração.

6. Faça tudo com muita paciência.

7. Seja sereno em seus propósitos.

8. Amor, Amor, Amor… dentro do pontinho luminoso do coração.

- Wagner Borges -

(Extraído do livro “Viagem Espiritual III – Ed. Universalista – 1998)


TÉCNICA FÁCIL E EFICIENTE

Esta eu considero a mais fácil e eficiente:

Faça várias vezes a seguinte pergunta durante o dia: “Estou acordado(a) ou dormindo(a)?” mas seja sincero na pergunta.

Procure ser uma boa pessoa e andar num rumo sadio.

Durante o dia mentalize ou crie fantasias como se estivesse projetado(a) ou se projetando.

Coma bem durante o dia e principalmente 2 horas antes de dormir (coisas leves).

Antes de dormir esteja bem preparado (com roupas leves, tome um banho como se fosse para liberar as impurezas que durante o dia você de alguma forma capturou).

Deixe sempre um caderno e uma caneta ao lado de sua cama.

Escreva em média 30 vezes a seguinte frase: “Quero ver minhas mãos” ou “Desejo olhar para as minhas mãos”.

Deite para dormir e se preferir faça um bom relaxamento físico e mental.

Repita a mesma frase que escreveu no caderno até dormir.

Não espere ótimos resultados logo de começo.

Só com o tempo poderá obter bons resultados.

Tem que ter paciência e saber esperar.

Ao longo das suas tentativas os sonhos começarão a ser mais claros e objetivos a ponto de você no meio deles fazer a mesma afirmação da técnica: “Quero ver minhas mãos” ou então “Desejo olhar para as minhas mãos” e se isso acontecer provavelmente você estará consciente.

Boas tentativas e garanto que é uma ótima técnica

Autor: Marco Matiazi : Instituto Viagem Astral

Em 26 de fevereiro de 1971, a revista “Life” publicou uma reportagem a respeito de uma experiência telepática realizada entre o astronauta Edgar Mitchell (pesquisador e autor de vários livros sobre a paranormalidade humana), estando este em pleno espaço, a bordo da cápsula Apolo XIV, e o sensitivo-engenheiro sueco Olof Jonsson, este, na cidade americana Chicago.

A reportagem teve grande repercussão na época e fez com que Jonsson ficasse mundialmente famoso, como um grande sensitivo, E com justa razão, pois a variedade de fenômenos parapsíquicos manifestada por ele é impressionante.

Além dos fenômenos de telepatia, ele produz fenômenos de telecinesia, de clarividência e de projeção da consciência.

Ainda no mesmo ano de 1971, Brad Steiger (pseudônimo de Eugenie E. Olson), pesquisador americano e autor de vários livros sobre temas parapsíquicos, dentre os quais a excelente obra “Astral Projection” (“Projeção Astral”), publicou um livro sobre Jonsson intitulado: “The Psychis Fests of Olof Jonsson”( Os Feitos Psíquicos de Olof Jonsson).

Steiger, que é amigo pessoal de Jonsson, relata e analisa vários aspectos dos fenômenos parapsíquicos ocorridos com o sensitivo sueco. Há um capítulo intitulado: “Viagens Mentais em Outros Planos da Existência”, que trata das experiências extracorpóreas de Jonsson.

Deste capítulo, extraímos o trecho no qual Jonsson explica qual é o método que utiliza para se projetar conscientemente:

“Começo por deitar-me em uma cômoda posição. Cerro os olhos e relaxo até alcançar um estado intermediário entre o sono e a vigília. Passo a me encontrar então, nessa zona neblinosa e intermediária da consciência e sigo exercendo pleno controle sobre minha mente.

Ao cabo de alguns momentos, começo a ver-me desde o exterior do meu corpo. Quando se tem adquirido prática na projeção astral, poucos segundos decorrem para que a própria

essência espiritual se encontre flutuando sobre o corpo físico. Uma vez liberado meu eu astral, visualizo o lugar aonde quero dirigir-me e, instantaneamente, encontro-me ali.

Quando você se encontra em seu corpo astral, fica mais fácil visitar familiares e amigos. Parece-me evidente que estes possuem certa classe de força que lhe ajuda a voltar.

A hipnose pode ajudar a liberar de seu corpo o viajante astral neófito, porém, este método só pode ser aplicado se ele dispõe de um bom hipnotizador, de grande reputação e ampla experiência em tais questões”.

Em outro trecho do mesmo capítulo, Jonsson faz um comentário muito importante a respeito da projeção:

“Tenho aprendido muitas coisas graças às minhas experiências extracorpóreas. Nunca tenho utilizado esta faculdade para espiar as outras pessoas e nem para tratar de descobrir coisas que outras queriam manter-me ocultas.

E não pode imaginar quantas vezes tenho sido abordado por um homem ou uma mulher desejosos de que lhes ajudasse a observar a vida íntima de seus respectivos cônjuges, a fim de obter uma prova de sua infidelidade.

Porém, nunca tenho desejado misturar-me nestas coisas. O que tenho adquirido com a projeção astral é essa calma e essa paz que só se alcançam ao estar em harmonia com o Universo.

Tenho aprendido a dar o justo valor a meu corpo terreno, e tenho chegado a compreender que os afãs e preocupações do plano material em que vivemos são muito insignificantes. Que felicidade poder liberar-se da carne, poder voar a outras cidades e países, livre das travas do tempo e do espaço!”

Autor: Olof Jonsson


Técnica projetiva V (Os Iniciados)

- Seja livre.

- Pense por si mesmo.

- Ajude os outros.

- Estude muito.

- Não tenha pressa.

- Paciência em ação.

- Pense no Bem antes de dormir.

- Lembre-se dos amparadores na hora de dormir.

- Não dê trela a maus pensamentos.

- Não dê vazão ao medo.

- É preferível perder do que brigar.

- Acenda os chacras diariamente.

- Preste atenção na salivação na hora de dormir.*

- Use a música como coadjuvante nas suas práticas.

- Seja perseverante e verdadeiro.

- Há mal e bem. Com qual deles você dorme?

- Os Iniciados -

(Recebido espiritualmente por Wagner D. Borges)

Técnica Para Diminuição do Medo

Se o medo continuar a ser um problema frequente, está técnica será útil.

1. Identifique o medo. Procure identificar a índole de seu medo. Por exemplo, você tem medo do desconhecido? De mudanças bruscas? Da possibilidade de ficar perdido? De Espíritos? O reconhecimento do medo é excelente sintoma de progresso.

2. Use o medo. Medo é uma forma de energia. Ele aumenta a respiração, a força e a capacidade de concentração. è o reforço energético da natureza, destinado a

incrementar a capacidade de lidar com obstáculos ou desafios em potencial. Quando você sentir medo, procure usá-lo em seu proveito. Use a energia gerada pelo medo para aumentar a sua concentração e seu desejo de atingir a sua meta pessoal de exploração extracorpória.

3. Expulse o medo. Respire fundo. Ao exalar, visualize o medo sendo expelido de sue corpo, de sua mente e suas emoções. você pode repetir mentalmente: “Meu medo está saindo de mim”, “Eu estou acima do meu medo”, ou “Meus medos são eliminados”.

O mais vividamente que puder, afigure seu medo saindo de você. Visualize-o ao dissipar-se para sempre.

4. Substitua o medo. Substitua as sensações emocionais do medo por uma energia positiva e produtiva, tal como entusiasmo, concentração, coragem, ou a excitação da aventura.

Use uma afirmação adequada, como: “Estou a salvo e seguro”, “Estou curtindo minha nova aventura” ou “A excitação me invade”.

Autor: William Buhlman


Técnica Projetiva

1. Sentado confortavelmente, feche os olhos e erga a mente e o coração ao AMOR MAIOR QUE GOVERNA A EXISTÊNCIA.

2. Lembre-se dos amparadores e manifeste silenciosamente PAZ E LUZ a todos os seres.

3. Leve a atenção suavemente até a orelha esquerda e visualize-a amplamente energizada. Isto é, transforme-a em uma orelha luminosa. Faça isso por cerca de um minuto.

4. Leve a atenção até a orelha direita e repita o mesmo procedimento.

5. Concentre-se ao mesmo tempo nas duas orelhas luminosas, por cerca de dois minutos.

6. Leve a atenção para o chacra laríngeo. Visualize uma esfera de energia branca no centro interno da garganta. Suavemente, faça a luz branca pulsar. Se houver algum desconforto, pois o chacra laríngeo é muito sensível, concentre a palavra “AMOR” no meio da luz branca.

7. A partir do centro luminoso da garganta, irradie dois fachos luminosos para cima, um para a orelha direita e outro para a orelha esquerda, interligando energeticamente o chacra laríngeo às duas orelhas luminosas. Faça isso por cerca de dois minutos.

8. Leve a atenção para o topo da cabeça e acenda o chacra coronário. Visualize um sol no alto da cabeça, por cerca de um minuto. Lembre-se que esse é o chacra mais elevado de todos.

9. Projete dois fachos luminosos do alto da cabeça para as duas orelhas luminosas, interligando-as energeticamente.

10. A essa altura, você já deve ter a seguinte visualização: duas orelhas luminosas, recebendo os fachos energéticos do chacra laríngeo (de baixo para cima) e, ao mesmo tempo, recebendo os fachos energéticos do chacra coronário (de cima para baixo).

- Permaneça assim por alguns minutos.

11. Possíveis repercussões energéticas: calor ou formigamento nas orelhas*, pulsações nos chacras laríngeo, frontal ou coronário, sensação de uma conexão energética entre os chacras laríngeo e coronário, sensação de dilatação da aura da cabeça, soltura energética (descoincidência) da aura de um dos lados da cabeça e vibrações na parte posterior da cabeça.

12. Deite-se tranqüilamente e solte-se; entregue-se suavemente às sensações energéticas…

- Lembre-se: faça tudo com discernimento, boa vontade de crescer consciencialmente e muita confiança espiritual.

Wagner D. Borges

* Basta lembrar que existem vários pontos energéticos no pavilhão auricular. É por isso que existe a acupuntura auricular, que aplica as agulhas nesses pontos.

TECNICA DA FUMACINHA

Uma que sempre recomendo é a técnica da fumacinha .
Vc deita, e se prepara para dormir normalmente. E vai respirando normalmente, só que imagina uma névoa branca bem tênue saindo de suas narinas, toda vez que vc expira. Respira, e solta a fumacinha…

Respira e solta a fumacinha… e “vai vendo de olhos fechados” a fumacinha subindo, subindo, passando do teto… até dormir.

Só isso. Não precisa relaxar, meditar, concentrar, nem rezar antes. Nem mesmo precisa pensar em projeção.

Apenas, enquanto respira, associe mentalmente aquela fumacinha com seu corpo astral – subindo, subindo…

O resultado é que dormindo assim vc tem razoáveis chances de ‘acordar’ projetada ou num processo de EV.

Caso acorde no Estado Vibracional (ou seja, sentindo um tipo de energia muito forte percorrer continuamente seu corpo, dos pés à cabeça, como se vc estivesse sendo sacudida por um choque elétrico indolor) mantenha-se relaxada, deixe acontecer e pense em se projetar.

Uma maneira simples de sair do corpo em Ev é desejar mentalmente estar em outro lugar – de preferência um lugar próximo (na sala, na cozinha…), pra não criar ansiedade, mas não muito próximo, senão vc acaba voltando para o corpo físico, devido à atração que este exerce sobre o corpo astral.

Autor: Prof. Waldomiro Lorenz.

Técnica da Saturação Mental

Uma outra técnica que não exige preparativo é a da saturação mental. Nessa vc tem que se encher de literatura sobre projeção astral, uma ou duas horas antes de dormir: ler relatos de projetores (principalmente relatos agradáveis), livros sobre o assunto, técnicas que vc não vai praticar, etc. e tal.
Essas coisas de uma forma ou de outra ficam gravadas de fresco ali no seu inconsciente, e podem resultar numa projeção, depois que vc dormir.

Autor:Wagner Borges



técnica da simulação mental

: na cama, sem nenhuma outra intenção além desta, vc fica simplesmente imaginando que seu corpo astral sai do corpo, levanta e vai até a sala, por exemplo. Aí volta pro corpo físico.

Aí levanta e vai de novo pra sala… Faça isso bastante vezes, até encher ou pegar no sono.

Por experiência própria, digo que dá pra sair desses três modos, sem ser preciso se concentrar, provocar EV, nem fazer nenhum grande esforço.

Postado por : Benedicto Cohen (Bene)

Pressão direta no corpo astral.

Este é um método de projeção completo em si, se você tiver bons poderes de concentração. Eu sugiro que novatos concentrem-se unicamente neste método até que tenham mais experiência.

Esse método de projeção irá lhe dar uma projeção astral normal. A duração desta projeção, em tempo real, irá depender do nível de desenvolvimento dos chakras e do fluxo de energia que você obteve.

1) Faça o exercício de relaxamento completamente, até que esteja completamente relaxado. Isto deve levar apenas poucos minutos, não ultrapasse esse tempo.

2) Estenda suas mãos imaginárias e puxe-se, mão sobre mão, para cima de um cordão forte, imaginário, invisível pendurado sobre você.

Tente e imagine a sensação de um forte, grosso, cordão em suas mãos.

Não tente visualizar esse cordão! Eu quero que você imagine que você está estendendo as mãos e subindo nesse cordão em completa escuridão, assim você não consegue vê-lo absolutamente, você apenas sabe onde ele está e pode imaginar a sensação dele.

A visualização gasta energia mental valiosa que pode ser melhor aproveitada para exercer

pressão direta no corpo astral.

Você sentirá uma ligeira sensação de tonteira (atordoamento) dentro de você conforme você faz isso, especificamente na parte superior do seu tronco.

Isto é causado pela pressão dinâmica exercida no corpo astral. A sensação de tonteira vem da libertação do corpo astral. Essa sensação de vertigem irá se intensificar quanto mais você puxe o cordão.

* Nota Muito Importante 1:

Essa sensação de tonteira e quaisquer sensações de pressão ou vertigem, etc, causadas pela sua ação mental de puxar-se no cordão devem ser cuidadosamente percebidas por você.

Aprenda a ação mental exata que você está executando para causar essa vertigem. Você terá que treinar a sua ação de subida mental para causar essa sensação. Então, as primeiras vezes que você tentar esse método do cordão, concentre-se em descobrir a ação mental correta para fazer isso.

Uma vez que você aprenda o que você está fazendo para causar isso, e possa recriar isso a vontade, você estará realmente começando a chegar a algum lugar.

* Nota Muito Importante:

IGNORE TODAS AS SENSAÇÕES QUE SENTIR DURANTE A PROJEÇÃO ou isso irá distraí-lo, quebrar a sua concentração, e arruinar as suas chances para a projeção.

Concentre-se no simples ato de subir no seu cordão a total exclusão de tudo mais. Coloque tudo que tiver nessa ação única, mas não fique tenso, deve ser tudo mental.

3) Continue subindo, mão sobre mão, sempre para cima, e você sentirá a sensação de peso surgir em você. A pressão que você está exercendo no seu corpo astral irá forçá-lo ao estado de transe.

Ignore isso quando acontecer e concentre-se no que você está fazendo.

4) Continue subindo e você sentirá seus chakras abrirem em resposta a pressão, não pare.

5) Em seguida você sentirá as vibrações começarem, todo o seu corpo parecerá estar vibrando e você se sentirá paralisado. Concentre-se, com um único pensamento, subir no cordão, não pare.

6) Em seguida você irá se sentir libertando-se de seu corpo. Você sairá de seu corpo na direção do seu cordão imaginário e estará pairando sobre seu corpo. Você estará livre enfim!

Nota: Não se permita perder a concentração quando as vibrações começarem. Elas são um efeito natural causado pela energia fluindo através de todos os chakras, principais e secundários, de seu corpo.

Se você realmente se encontrar sendo distraído por isso, gaste mais tempo e esforço fazendo os exercícios de concentração até que você supere este problema.

Nota: Se você não dominou o uso de suas mãos imaginárias para o relaxamento, para obtenção de energia e para o trabalho com os chakras, você pode ter dificuldade em usá-las para subir no cordão.

Isso não significa que você tem que ser capaz de abrir seus

chakras suficientemente para fazer a projeção usando esse método, você não tem, apenas ajuda se você puder.

Esse método é muito direto. Ele reduz drasticamente o tempo necessário para fazer a projeção! Uma vez que você começe a utilizar esse método com determinação, você entrará em transe, seus chakras irão se abrir, as vibrações vão começar e você conseguirá a projeção muito rapidamente!

A velocidade desse método pode assustar você, na primeira vez que você tentá-lo. Tudo vai parecer acontecer rápido demais. Embora você vá se acostumar com isso, e apreciará ter bastante energia mental para utilizar durante a projeção.

Se seus poderes de concentração forem bons, você tem uma chance melhor de sair de seu corpo com esse método do que com qualquer outro, mesmo se você não dominou o relaxamento profundo e as habilidades do transe.

O que é necessário, além da habilidade de se concentrar, é a habilidade de realizar fortes ações mentais, sem qualquer ação muscular correspondente. Exp.: você tem que ser capaz de separar ações físicas e mentais.

Se você tiver algum problema com qualquer parte do método do cordão, analise-o, descubra a área do problema, então volte e concentre-se nos exercícios de treinamento relacionados até que você supere o problema.






Tecnica de circulação e energia :

É sentir ela na pele do corpo físico, ela pulsa, sente-se uma leve vibração pulsante, pela vontade pode-se vibrar mais forte até desencadear um corrente que irá percorrer o corpo, isso é a manipulação da energia interna, veremos algumas Ténicas para conhecermos essa Energia, e sabermos O que é sentir as energias .



Na recepção da energia concentre-se no chakra esplênico, aproximadamente a dois dedos abaixo do umbigo, mais para a esquerda do corpo é o regulador da entrada das energias prânicas.

Concentre-se nele, sinta ele, faça-o rodar e as energias estarão penetrando, acelere a vibração e ao inspirar faça-a subir pelo corpo até o chakra frontal, ao inspirar faça-a descer até os pés, ao inspirar faça entrar pelo chakra esplênico inspirando e fluindo até a cabeça e assim sucessivamente.



PARA OS QUE NÃO SENTEM AS ENERGIAS:

Para aqueles que não sentem ainda as energias, resta usar a imaginação, mesmo não sendo com a mesma eficiência, o comando é dado, a vontade é despertada, a ordem é emitida, algumas coisas mudam com nossas atitudes internas.

Imagine as energias entrando pelo seu chakra esplênico usando a respiração como base. Faça o processo de ir com a mente até o topo do cabeça e ao expirar distribua a energia e volte a fazer o processo novamente.

Autor: Waldo Vieira.

TÉCNICA DO ESTADO VIBRACIONAL

Relaxe. Olhe para suas mãos , ponha sua mente nela, sinta sua energia vibrar . Leve essa energia pelo braço, ombro, cabeça, desça com ela ( energia ) pelo corpo até os pés,depois suba de volta .

Viu como é fácil???
Algumas pessoas que tem dificuldade de sentir as energias , usam música no começo , para induzir os arrepios, para fazer a energia circular.

Embaixo do chuveiro é ótimo , pois quando a água cai em sua nuca ela desperta essa energia. Faça ela circular por todo o corpo.

Sinta essa energia como uma bola que vai até os pés, bate e sobe até sua cabeça, e depois retorna . Faça isso várias vezes.

Vale a pena , parece difícil mas não é.

Antônio Ventura

ESTADO VIBRACIONAL

Esta é uma das técnicas mais recomendadas, tanto para iniciantes quanto para pessoas experientes em mexer com energia.

Esta técnica promove a abertura dos chakras, limpeza da aura, defesas energéticas em geral.

Esta técnica deve ser praticada cerca de 20 vezes por dia, todos os dias, em todos os lugares possíveis.

Umas das características desta técnica e que ela pode ser praticada em qualquer local, no escritório, em casa, no ônibus, no metrô, sentado, em pé, deitado, etc.

Utilizando-se inicialmente da capacidade de visualização, faça com que a energia comece a concentrar-se no alto da cabeça, ou visualize uma massa de energia (de cor branca ou dourada brilhante) se formando no alto da cabeça, em seguida faça com que essa massa de energia comece a descer, percorrendo todo o seu corpo, chegando ate os pés. Faça então com que a energia suba novamente até o topo da cabeça.

Continue este processo, acelerando cada vez mais os movimentos de subida e descida da energia, mas com naturalidade. Depois de um tempo e com a devida aceleração o praticante pode começar a sentir as vibrações percorrendo todo o seu corpo.

Mantenha-se então nesse estado durante o máximo de tempo possível.

No início é muito comum que o praticante não sinta nada, pois as sensações tornam-se mais freqüente depois de certo tempo de prática.

Mas não desanime, pois nem o menor esforço é vão, cada vez que for feita essa limpeza trará benefícios ao praticante, mesmo que esses benefícios sejam inicialmente imperceptíveis.

Crédito : Vanderlei Oliveira

TÉCNICA PARA ENERGIZAR OS CHACRAS
A energia entra pelo chacra esplênico, logo abaixo do umbigo 2 dedos. Inspire sinta a energia entrar e circular por ele , ao inspirar leve a energia até o chacra frontal, ao expirar leve-a até os pés.

Deixe essa energia entrar e subir energizando cada chacra, faça isso algumas vezes. Coronário, Frontal, Laríngeo, Cardíaco, Plexo Solar, Explenico . Básico.

Com o tempo você sentira essa energia como um arrepio, ou um formigamento. Apenas sinta a sua própria energia . Se houver bloqueios, trabalhe essa área. Concentre nela , até sentir mentalmente e energize o ponto até desbloquea-lo.

Pratique essa energização no mínimo por 5 minutos ao dia , se puder faça duas ou três vezes ao dia.

TÉCNICA PARA AUMENTAR A LUCIDEZ

Tente ficar lúcido durante o dia ,para a noite ter mais facilidade. Pergunte sempre: Estou no plano físico ou no plano astral?? Repita sempre a pergunta ao seu subconciente, quando ver alguma coisa diferente: Isso é do plano ísico ou do astral??
Deixe sempre ao dormir um caderno de anotações junto a cabeceira,para anotar seus sonhos . Ao acordar acorde devagar não se mecha muito tente relembrar os sonhos , eles virão na sua mente , busque todos os detalhes , anote-os sua mente se acostumara a ter mais lucidez, isso facilitara quando você esiver no astral.

TÉCNICA CONCENTRAÇÃO NO CORAÇÃO

Uma outra prática extremamente eficiente que é utilizada para sair em astral é a concentração no coração.

Os passos preliminares são os mesmos da técnica anterior, ou seja, deitar em uma posição confortável e deixar o corpo bem relaxado.

Após isso o praticante deverá se concentrar e imaginar seu próprio coração.

Procure realmente ver seu coração, como ele bate, como é externamente, sua cor, textura, etc.

Não se preocupe se você não sabe como é um coração detalhadamente, simplesmente imagine da forma que você acha que é.

Com a prática você realmente verá o aspecto real deste órgão (“o sábio que imagina vê”).

Após visualizar bem o coração externamente, penetre com a imaginação dentro de seu coração e passe a ver como ele é e funciona internamente (da forma que você imagina que seja).

Quando estiver satisfeito com a investigação interna de seu coração aprofunde mais a concentração e visualize as células dele. Após concentre-se mais ainda e veja apenas uma célula. Imagine até o interior do núcleo da célula.

Faça essa concentração sem pressa e da melhor forma possível. Procure adormecer fazendo essa concentração.

Usando esta técnica sentiremos os mesmos sintomas vistos na técnica dos mantras. Aqui também você deverá ignorar estes sintomas e continuar com a concentração até sair em astral.

Credito à: site Divina Ciência o site do Autoconhecimento

Técnica Simples e Funcional

Caro irmão

Fico contente com esta comunidade que está sempre a nos auxiliar, vim traser um novo velho conhecimento… espero lhes seja útil como assim é para mim.

Esta é uma técnica minha particular…que eu mesmo desenvolvi.. com auxilo da

intuição do meu mentor é claro

- Relaxe bem seu corpo,

- Visualize o ar que entra por tuas narinas descerem ate a planta dos pés,… dai a

subir…ate o topo da cabeça como um jorro quente de água pura.. limpando você por

dentro… por onde passar sentira o membro livre…deslocado de qualquer tensão…

- depois sinta-se caindo em espiral.. como se acama estivesse rodando e o ponto de apoio eh a cabeça, o corpo todo roda… lentamente, sinta esta sensação de liberdade no corpo astral…… logo logo..

neste espiral você eh jogado fora do seu corpo… eh rápido e simples, mas o principal é.. .ore bastante,,… peça para o mentor do seu lar.. seu anjo guia..

te auxiliar para que obtenhas oportunidade de aprender coisas novas

Espero ter ajudado

Crédito à : Cleverson Pompeu
TÉCNICA ABRINDO OS CHAKRAS PARA SE PROJETAR

Eu sempre tentei essas milhares de técnicas de apostilas dizendo para imaginar coisas, vapores, puxar cordas para sair do corpo mas NUNCA tive resultado.

Um dia, quando fui dormir depois do almoço, eu energizei meus chakras e fui dormir, apenas isso, não fiz nenhuma técnica, não fiz relaxamento, fiz APENAS uma energização rápida (20 ou 25 min), deitei de lado e dormi.

Pouco tempo depois (um dias depois) acordei em Estado Vibracional e paralisado, fiquei um pouco nervoso pois nunca tinha chegado tão perto, mas me acalmei e consegui sair !

Depois desse dia só utilizo essa técnica pra fazer Projeção Astral e sempre dá certo.

COMO FUNCIONA A TÉCNICA:

Para quem não consegue se projetar tente fazê-la: – À tarde (de preferência, pois será mais difícil de cair em sono profundo), deite-se de barriga pra cima e imagine que suas mãos estão dentro do seus pés e que elas pucham energia para cada um de seus chakras, 7 vezes em cada chakra, na seqüência de (sola dos pés (chakra grande), básico, esplenico, umbilical, cardíaco, laringeo frontal e coronário).

Depois, com essas mãos imaginarias abra seus chakras. APENAS abra, procure sentir, cada chakra sendo aberto por suas mãos imaginárias como se fosse uma massa de pão. Depois disso que deve ser em torno de (20 min) deite-se de uma FORMA CONFORTAVEL, não é necessário ser de barriga para cima e durma com a idéia de projeção na cabeça.

Tente não pensar em mais nada, apenas em se projetar. Durma, pode dormir mesmo, relaxe o máximo que puder. pois o ideal é que quando você acordar estar em E.V. e paralisado.

Quando acordar em E.V. pela 1º vez, sentirá pelo menos o E.V. e a paralisia, quando sentir isso é só se imaginar flutuando!

Credito à : Arlan Bruno ( membro da comunidade viagem astral )

TÉCNICA DA ABERTURA DA PORTA

Etapas. Eis a técnica da abertura da porta que induz você a se projetar conscientemente do seu corpo. através de 8 etapas:

1. Isolamento. Isole-se em um quarto fechado onde você não seja pertubado enquanto estiver praticando os exercícios. Fique desnudo ou use apenas roupas leves e folgadas.

2. Poltrona. Sente-se em uma cadeira confortável, ou poltrona, com o tronco ereto e as suas mãos sobre as coxas.

3. Imaginação. Cerre as pálpebras e imagine, com obstinado esforço da sua vontade inquebrantável, uma porta fechada, incrustada em uma parede branca.

4. Inscrição. Inscreva mentalmente sobre a porta fechada uma inscrição característica, por exemplo, o símbolo do infinito.

5. Meditação. medite durante alguns minutos sobre a inscrição na porta fechada.

6. Abertura. visualize intensamente a abertura vagorosa da porta e procure ver a você mesmo passando através da porta para o outro lada da parede branca.

7. Repetição. Repita todos os lances dos exercícios, na ordem correta, intensificando as suas visualizações cada vez mais.

8. Exteriorização. A exteriorização do seu psicossoma (corpo astral), se dará derepente com as sensações de extrema leveza e ampla liberdade dos seus movimentos extra-físicos através dos para-membros do psicossoma.

Créditos ao Pesquisador : Waldo Vieira

TÉCNICA DE CIRCULAÇÃO ENERGÉTICA

É muito simples e tem como objetivos o alinhamento dos chakras e a elevação do nível energético. Serve tb como proteção, pois no momento em que algo de negativo aconteça, vc pode circular a energia, elevando, assim, o padrão energético de maneira que vc sai do lugar denso ou ocorre um tipo de “choque” no agressor.

Vc pode usar sua imaginação para a prática ou não imaginar nada, apenas sentir. Depende de vc. No entanto, se vc usar a imaginação, continue dando uma atenção especial ao SENTIR. O mais importante nesta prática é procurar SENTIR a energia circulando.

Vamos lá:

Você tem que procurar sentir uma energia no topo de sua cabeça (pode imaginar uma bolinha de luz ali). Então, deve procurar sentir esta energia descendo POR DENTRO do corpo, passando pela cabeça, pelo pescoço, tronco, baixo ventre, pernas até chegar aos pés.

Faça isto lentamente, SENTINDO tudo. Quando esta energia chega aos pés, ela bate e volta, fazendo o sentindo inverso, subindo… até chegar a cabeça. Ao chegar na cabeça novamente, a energia bate e volta, descendo, só que desta vez um pouco mais rápido.

Vc tem que fazer este “circuito fechado” cada vez mais rápido, aumentando a velocidade até sentir a energia circulando como um raio, vibrando em seu corpo.

Procure imaginar e sentir que, enquanto a energia passa, vai criando uma vibração pelo corpo, até no final sentir tão rápido, que parece que o corpo inteiro está vibrando.

Esta prática pode levar ao estado vibracional que antecede uma projeção e as vezes pode te “jogar” para fora do corpo. Mas o objetivo principal é a purificação e elevação das energias.

Bem, este são os exercícios básicos da MOBILIZAÇÃO DE ENERGIAS, o trabalho Bioenergético, um trabalho com vc mesmo, com sua energia, com as suas capacidades.



Estado vibracional :

Estado de Vibração das Energias Físicas é o estado em que a pessoa se encontra quando sua mente física começa a perceber a saída do seu corpo astral .Neste estado os sintomas são diversos. Às vezes percebemos um formigamento pelo nosso corpo.



Outras vezes podemos perceber uma vibração intensa, como se estivéssemos dentro de um terremoto.

Em outros casos a pessoa desperta no meio do sono e sente uma série de vibrações (descargas energéticas) propagando-se pelo seu corpo.


Parece que ela tem uma tempestade elétrica percorrendo seu corpo, às vezes, acompanhada de fortes zumbidos dentro da cabeça. Isso ocorre porque o corpo espiritual acelera suas vibrações para escapar das lentas vibrações do corpo denso.

Se a pessoa ficar quieta e deixar a sensação continuar, ela se projetará em instantes.Há outras sensações decorrentes da soltura do corpo espiritual em relação ao físico,mas estas são as mais comuns.




O corpo astral :


Quando o Plano Astral é visto pela primeira vez através do “olho aberto”, ele irá dar a impressão de um mundo em um estado de total confusão. É de vital importância que todos os iniciantes devam chegar a um entendimento claro do que é o plano astral.


Por sua natureza sabendo que ele pode aprender a defender gratuitamente a partir dele, e logo que esta liberdade foi adquirida ele também sabe como o trabalho, quando é exigido pelas circunstâncias.

Quando começamos a entender o que ocorre no Plano Astral a maior parte dos iniciantes só discernirá através de uma neblina atmosférica, obscurecendo a constante evolução das formas e entremeado de cores.


Este é o encontro da terra, resultando em inúmeras e descontroladas forças aparentemente um caos total. O astral é o plano da ilusão, do glamour, e de uma apresentação distorcida da realidade.

Qualquer pessoa no mundo em certa medida trabalha em assuntos no astral. É a esta torrente de acolhimento dos desejos humanos no plano astral, o que resulta nas fantasmagóricas cenas e ilusões. Esse conglomerado de forças resultantes de interação da humanidade também inclui muitas outras forças, e tudo isto em conjunto a agir a partir da influência do ser humano.

A resposta a estes impulsos dependerá da qualidade dos veículos menores e, mais especificamente, sobre a condição e qualidade dos centros etéreos. Através deste labirinto ilusório o aspirante tem de encontrar o seu caminho, em cada pista que promete ser de ajuda, e depois de muitos anos de experiência que ele aprende a distinguir entre a verdade e o glamour, o real e o irreal.

Cada indivíduo que ao longo do tempo consegue libertar-se, que começa a ver mais claramente, e que se libera da ilusão do glamour, contribui para a realização do plano divino.

Grandes dualidades.

Os pares de opostos se encontram e interagem no plano astral, e esse é o terreno onde a potente força de atração que a grande dualidade são sentidos, onde a interação entre a alma e a personalidade tem o seu curso, e também onde a menor dualidade desempenha o seu papel.

Luz e escuridão luta pela dominação, e assim fazer prazer e dor, o bem e o mal, a pobreza a riqueza, saúde e doença, calor e frio, e tantos mais.

A luz que no homem foi descoberto dentro de si torna-o mais consciente do escuro, através dos bons que atrai, ele vê o mal que está na linha de menor resistência, levando à dor a atividade em simultâneo permite-lhe visualizar a contrastantes prazer, experiências e, portanto, algo de que ele tanto imagina em inferno e céu.

E assim o miserável aspirante tem conhecimento dessas dualidades, e está constantemente a ser puxado para aqui e acolá entre as duas. O segredo de uma eventual libertação humana reside em corrigir o equilíbrio de tais forças opostas, e em encontrar o caminho estreito entre estas dualidades que finalmente leva-lo-á à luz.

O fator decisivo nesta luta hercúlea é a vontade divina, expressa através da alma, que muitas vezes entra em colisão com a sua vontade egoísta, mas embora a batalha pode ser longa e árdua, o último triunfo da alma continua inevitável. É sobre o plano astral que essas batalhas são lutadas que eventualmente levará à libertação dos presos da alma.

Grande refletor.

O corpo emocional do homem cumpre o papel de um grande refletor, mas ao mesmo tempo, é um pouco mais como um espelho, cada vez que distorcem a imagem do que é recebido. Grava os impulsos de todo o tipo de força e influência irradiada a partir do seu ambiente, e mescla todas estas cores e movimentos, bem como toda forma de desejo, emoção, ação e som em um confuso conglomerado de impressões.

O objetivo do indivíduo deve ser a aspiração para trazer alguma medida de ordem para este caos, e ainda para a superfície das águas agitadas do presente plano de tal forma que ele pode servir como espelho para uma visão mais clara, refletindo as qualidades e os impulsos da alma.

É através da análise da mente que o corpo astral é trazido sob controle. Não deve ser permitida excessiva emoção, embora fortes correntes de amor para todos os que respiram deve ser autorizada a varredura através do homem.

Sistêmico, o amor é construtivo e estabilizado, e não contém os perigos escondidos nos sentimentos ou emoções.

O aspirante deve livrar o seu corpo emocional de todo medo e preocupação, cultivando serenidade e estabilidade, e um senso de segurança dependência Superior.

Ele nunca deveria abrigar ciúme, depressão, ganância ou autopiedade, mas sim proceder calmamente sobre a maneira com calma e alegria confiança no seu coração.

Cada indivíduo constrói o seu próprio corpo astral das energias em torno do plano astral, um corpo que vai ser receptivo à sua especial atenção e qualidade, e limitada ao seu ponto específico sobre a escada da evolução.

Este corpo emocional irá constituir o seu campo de resposta à vivência dentro de limites definidos, mas irá também se prestar a uma enorme expansão, desenvolvimento, regulação e controle, harmonizando com impulsos recebidos a partir de um crescente corpo mental, e uma alma progressivamente afirmando-se ao longo das suas três instâncias de expressão, os desenvolvimentos físicos, astrais e mentais.

O corpo astral normalmente é animado por forças que podem ser agrupados em três categorias principais:


Forças de vontade egoísta.

Esta constitui uma parte essencial do processo evolutivo, porque o homem tem a experiência do que cada fase da vida física tem para oferecer, incluindo tanto o bem e o mal, honra e vergonha, o agradável e o angustiante, riqueza e pobreza; liderança e servidão, o orgulho e glória de posição em contraste absoluto com a humilhação.

É estes desejos que constituem as forças que ele irá conduzir a partir de vida para a vida e, a partir de uma experiência para outra, sempre o desejo que ele não possui, o que pertence aos outros, se posses materiais, dinheiro, poder, status ou conhecimento.

Este desejo permanecerá dominante até o homem ter todos os materiais que a vida tem para oferecer, até a alma ter extraído a essência de todas essas experiências, e do maiore espírito retoma a partir do menor e a luz é vista à frente.

O segundo grupo de forças.


são aqueles gerados por atração sexual.

Não há nada de errado com o princípio básico da atração física, de que faz parte da natureza do caminho para a propagação do homem. Mas o homem abusou desses desejos naturais, e que se deteriorou em emocional e lúbrico desejo.

No entanto, mesmo essas barreiras serão superadas após a necessária experiência ser adquirida e as necessárias lições foram aprendidas.


O terceiro grupo de forças.

Impelindo o homem ao longo do caminho da vida é o medo.

Esta força é ilusória exibido diariamente em seus muitos modelos, causando enorme dor, sofrimento e frustração, por vezes, conduz o homem à mais irresponsável ação. Estes receios podem ser de uma natureza egoísta, mas muitas vezes a que se referem aqueles que estão emocionalmente perto de nós.

Quantas horas são gastas em se torturar, se angustiar, sobre premonições, dúvidas, questionamentos e imaginárias ilusões que nunca chegam a acontecer?

Estes receios podem assumir muitas formas, uma do próprio ser, da família de medos, temores nacionais e raciais, incluindo o medo da dor, do futuro, da morte, e o medo do fracasso.

Todas essas forças trabalhadas no Plano astral podem nos ajudar na evolução espiritual nos dando mais liberdade na vida diária e no convívio com o nosso próximo.


Encontro no astral :

Minha experiência no Astral aconteceu enquanto estava em um dormitório da universidade. Era um sábado de manhã ensolarado, fevereiro de 1992. Porque era sábado, eu dormi até por volta de 10:30. Eu despertei ainda sonolento, mas decidi tomar um banho.


Meu companheiro de quarto tinha ido para casa um dia antes do fim de semana. Cerca de meio dia eu percebi que eu não tinha nada para fazer, assim eu poderia voltar para a cama.

As cortinas foram abertas e os raios solares dispersos por todo o quarto. Acima de minha cabeça estava uma janela de parede a parede, e do lado do pé da cama era a única porta para o corredor.

Eu não estava particularmente cansado, mas de alguma maneira eu dormi.


Por um instante tudo estava escuro, e uma estranha sensação correu por todo o meu corpo. Então eu senti algo como um vento quente que sai do meu corpo da cabeça aos pés. Próxima coisa que eu percebi, é que eu estava em pé no pé da cama. Eu virei e vi meu corpo na cama. Como eu poderia estar de pé quando eu sabia que eu estava dormindo e olhando para o meu corpo? Meus olhos estavam fechados, foi quando o meu corpo ficou agitado.

Mas o que estava acontecendo? Senti muita felicidade! Eu senti muita felicidade em cima de mim. “Eu fiz isto!” Eu comecei a dizer. Eu não sabia o que fazer e fui apenas caminhar no interior da sala, sem tocar em nada, mas consciente da minha situação. Senti-me muito, muito grande, extremamente leve e cheio de energia. Eu imagino que eu voltei ao meu corpo, porque eu não lembro das cores, preto ou branco, foi como se o tempo não existisse.

Depois de pouco tempo eu estava fora outra vez.

Eu ainda podia ver o meu corpo inquieto na cama, mas eu estava consciente e acordado. Eu estava pero da janela olhando para a porta. Naquele momento, uma jovem senhora veio entrando na porta. Ela não abriu a porta, mas veio através da madeira. Não me recordo de ter visto o rosto dela, mas ela estava usando um longo vestido branco brilhante, e seus cabelos também eram brancos e longos até próximo do seu calcanhar. Ela transportou um telefone branco.

Ela caminhou para a mesa, meche nos documentos que estavam lá, o telefone estava desligado, ela ligou o telefone branco na tomada. Então ela começou a falar muito calmamente, parecia que o tempo não existia. Eu não sabia o que estava acontecendo. Ela parecia ignorar a minha presença. Então eu comecei a ficar nervoso, porque na vida real (fora deste “sonho”) Eu estava esperando por um telefonema! Não me lembro de ter ouvido ou compreendido a conversa que ela teve ao telefone.

Alguns minutos se passaram, e, em seguida, ela saiu da mesma maneira que ela tinha chegado. Ela não olhou para mim e eu não mudei de posição, pois eu estava sentado e assim continuei.

Logo que ela foi embora, eu queria voltar para o meu corpo físico e despertar para o mundo real, mas eu não podia, por causa de uma pequena coisa feia ou um animal (como um demônio) que chegaram da mesma forma que aquela jovem senhora e ficaram cerca de três metros da porta e estavam olhando para mim.

Então elas começaram a rodar e rir e eu senti que estavam tirando sarro de mim. Não houve reação da minha parte. Eu não estava com medo não tinha medo, mas de fato me sentia forte e poderoso.

(Quero deixar claro que não tinha assistido recentemente filmes de terror)
Assim que aquilo parou de girar, ele foi embora.

Eu decidi novamente voltar para meu corpo e acordar, mas eu não podia. Eu estava tentando abrir os olhos com as minhas mãos não físicas, mas não consegui abrir os meus olhos. Foi muito estranho. Eu vi minhas mãos abrindo meus olhos físicos, e foi como se uma força extra estava me ajudando.

Em seguida, depois de estabelecer o contato com o meu corpo material, mas com o meu corpo não-físico tentando abrir os meus olhos e não ter conseguido. Tudo em volta de mim parecia mais claro.

De repente estava uma moça sentada perto dos pés do meu corpo. Como e quando ela apareceu? É difícil de descrever, mas eu nunca a vi, só percebi a presença dela. Eu sabia que ela era jovem, bonita e tinha um bom porte físico. Eu podia sentir os seus olhos olhando para mim com amor e paixão. Ela não representava nada de mal, porém a única coisa que eu senti foi o amor que vinha dela, um amor diferente, nunca tinha sentido antes ou depois.

Senti sua mão quente tocando minhas pernas, depois o seu corpo sobre o meu corpo. Eu conhecia esta mulher, de algum lugar. Era como se ela era meu despertar. Não houve necessidade de falar nada, pois nós sabíamos o que queríamos um do outro.

Éramos dois corpos, mas os nossos pensamentos, gostos e necessidades eram um. Fizemos amor. Foi único. (Apesar de nunca ter feito amor com alguém antes. Estes sentimentos foram inteiramente novos para mim). Nós nos tornamos um. Seus beijos, eu ainda me lembro deles. Eu não sei o que aconteceu em seguida.

Voltei a dormir, tudo era negro novamente. Eu queria acordar. Eu levantei-me novamente do meu sono. Desta vez, mudei alguns objetos de lugar, que retornaram à sua posição original.

Então eu tentei sair da sala. Passei por ela sem abrir a porta e bateu na porta a minha amiga Sandra. Ela abriu a porta. Ela estava vestindo uma roupa cor de rosa brilhante. Eu implorei-lhe para vir para o meu quarto e acorda-me até porque eu já havia tentado e falhado. Ela olhou para mim e riu. “Vamos, não faça piada. Posso vê-lo”, disse ela. Ela também disse: “Vem, vamos embora e arranjar algo para comer.

Eu disse não, e ela disse que ela estava indo buscar uma coisa e gostaria de trazê-lo para cá e comer na minha sala. Então ela virou-se para o elevador, as chaves do quarto na mão, e saímos”.

Os nossos quartos estavam no canto perto da saída de incêndio. Passei pela porta por debaixo dela. Eu não estava andando no chão, eu estava flutuando. Como eu fui para baixo da porta, a minha cabeça foi primeiro e arrastou os meus pés depois. Olhei para o lado de fora do prédio estava escuro, e tudo era diferente. Parecia uma zona de guerra com edifícios queimados e lixo por toda parte, mas não via corpos humanos.

Alguém estava em perigo. Eu sabia. Eu tentei voar, mas não conseguia, meu corpo estava acima de mim, uns 10 ou 15 metros.

Então eu estava no meu quarto novamente dentro de meu corpo físico, e eu estava em movimento, parecia que eu estava lutando com alguém. Agora eu só via tudo escuro, e podia ouvir os risos dos meus vizinhos. Este riso era real, não faz parte do sonho, mas eu ainda não podia abrir os olhos. Então eu ouvi alguém bater à porta.

Num instante o meu corpo físico finalmente acordou e saiu da cama e abriu a porta. Eu não estava com sono, mas senti-me estarrecido e com tonturas. Era Sandra. Ela estava carregando uma bandeja de comida, por que ela tinha acabado de vir do restaurante. No momento que a vi, eu disse três vezes “Obrigado!”.

Ela não entendia por que eu fui agradecer a ela, e olhou para mim como se eu fosse um bobo. Eu então comecei a pensar que tudo o que acabara de acontecer foi real. Eu ainda podia sentir o calor do vento pelo corpo, a moça os braços em volta de mim e seus beijos, as mãos do meu corpo não-físico.

Eu me senti muito feliz.

Os raios de sol estão suaves agora. Era entre três e quatro da tarde. Embora eu tinha acabado de despertar, me senti cansado, como se eu tivesse feito um monte de exercícios. Alguns minutos passaram, e depois o telefone tocou. Foi o telefonema que eu estava esperando.

Parece que eu havia dado um passo no futuro e voltado, pois as coisas aconteceram logo em seguida do meu despertar, Sandra chegando com a bandeja de alimentos e o telefonema.

Depois de tudo isso não me resta mais dúvidas de que a projeção astral é uma coisa real, é algo tão próximo da nossa realidade e quando entendemos dela, percebemos que uma parte de nós vai e volta em outras dimensões.







Exercicios para projeção astral :


Talvez uma das razões por que muitas pessoas não conseguem atingir a Projeção Astral é de que eles tornam as técnicas mais difíceis do que elas são exatamente.

Primeiro vamos entender o que é uma Projeção Astral.



Existe um interesse crescente em projeção astral ou viagem astral. Com todos os recursos disponíveis hoje, onde você pode aprender mais sobre esta experiência, muitos estão ainda confusos e acabam tendo dificuldade de ter uma Projeção Astral.

Praticantes de viagem astral compreendem que a chave do sucesso reside na capacidade da pessoa para manter o corpo totalmente relaxado, mantendo uma consciência focalizada. Qualquer técnica sobre a forma de viagem astral irá enfatizar a importância deste relaxamento e ainda de estar focada.


Quando os novatos tentam alcançar este extraordinário estado, eles tendem a adormecer e acabam por ter um profundo sonho em vez de serem capazes de experimentar a viagem astral.

Durante esta fase crucial, é importante que você seja de capaz de manter-se concentrados, enquanto você mantem o seu corpo relaxado. Para ajudá-lo a melhor alcançar este estado, você pode tentar ouvir uma música suave.

Este é um segredo sobre a viagem astral.

Algumas freqüências de sons são concebidos para ajudar a atingir a sua consciência correta na viagem astral e lhe ajudar a manter o foco.

É preciso lembrar que a viagem astral não é simplesmente a separação da consciência humana a partir do corpo físico. Saber mais sobre a viagem astral irá ajudá-lo a entender que a realização deste estado fora do corpo só é possível após baixarmos determinadas ondas cerebrais ou freqüências mentais.

A Projeção astral é mais do que um mero sonho lúcido. Para atingir este estado, a pessoa deve observar umas boas técnicas sobre a forma de se atingir o estado mental acessível para ter consciência no Astral.

Conhecer alguns métodos como a técnica da corda e também outras técnicas, ouvir música suave, também poderá ajudá-lo a experimentar este estado relaxado e focado da consciência.

Exercícios para Projeção Astral

Existem quatro tipos principais de exercícios que eu uso quando tento induzir uma experiência fora do corpo. Eles envolvem:

Relaxamento.
Equilíbrio de Energia.
Controle Mental.
Focalização.


Além destas, também eu uso oração no início da minha prática.

Descrevo abaixo uma típica sessão prática.

Começo por fixar na minha cama com a porta fechada, um travesseiro debaixo do meu joelho, e um cachecol sobre mim. A maioria das autoridades sobre a viagem astral recomenda que você encontre um lugar onde você não seja perturbado, mas como eu costumo praticar durante os meus períodos de sono, enquanto o meu filho está na escola, eu não desligo o telefone e, naturalmente, devo estar disponível para o bebê.

Digo a mim mesmo que, se os meus filhos precisam de mim, vou voltar imediatamente para o meu corpo, e se eu ficar interrompendo (como eu muitas vezes faço) em um momento inoportuno, posso pegar minha prática em uma hora mais tarde. (Existem muitos anos de solidão diante de mim).

Tenho um pouco de terra em mim. O meu corpo, para relaxar neste momento e neste lugar e tempo. Eu costumo dizer, em seguida uma oração, algo parecido com isto:
Querido Deus Criador, Anjos e Guias da Luz: Rezo para que eu possa deixar o meu corpo, a fim de (preencher o seu próprio vazio, talvez reunir a um espírito professor, satisfazer uma pessoa amada, viajar para ver alguém em outra parte da terra, etc). Por favor, me ajudem e me protejam nesse esforço!

Eu próprio, em seguida, visualizo cercada com luz branca, e começo me concentrar nessa luz, tornar-me absorvido na beleza dessa energia e, muitas vezes, tenho algumas visões maravilhosas e sentimentos de paz.

Relaxamento:

Eu, em seguida, começo a concentrar-me sobre os meus pés e, em um típico exercício de relaxamento, eu passo o meu corpo através do dedo do pé até a cabeça, em seguida, vou a cada parte do organismo. Eu visualizo a circulação de energia através de cada parte do meu corpo, liberando as tensões.

Equilíbrio de Energias:

Eu, em seguida procuro limpar e equilibrar os meus chakras.

Controle Mental:

Eu, então uso uma técnica que eu adaptei anos atrás do Silva controle mental com ensinamentos para colocar o meu corpo para dormir. Em minha mente eu digo: eu vou contar de três até um, visualizando cada número em um anel branco suspenso no ar acima da minha cabeça, e quando eu chegar ao terceiro e último “1″ o meu corpo vai estar dormindo e eu não terei consciência de sensações físicas. Não vou perceber qualquer desconforto físico, e minha consciência vai estar concentrada no meu corpo astral.

Eu então visualizo um anel branco suspenso no ar acima da minha cabeça.
Quando estou mentalmente bem orientada sobre o orbe, eu visualizar um número “3″ na face do orbe. Os números podem ser de qualquer cor que eu escolher. Por um tempo eu comecei com a cor azul, em seguida, amarelo, vermelho, em seguida, para cada um dos números, mas agora eu uso para todos a mesma cor.

O importante é criar um padrão, pois estou na formação do meu cérebro para reagir da maneira que eu sempre desejar executar esta seqüência. Este é o cerne do poder do ritual!

Eu visualizo as 3 três vezes: três número “3’s” sobre o orbe, e digo a mim mesmo, meu corpo está completamente relaxado, tornando-se entorpecido. Estou a perder a consciência da sensação física.

Eu repito a visualização com três número “dois.” Meu corpo está dormindo agora. Eu não sinto sensações, nenhum desconforto. Quando eu tiver acabado, eu não terei consciência de sensações físicas. A minha consciência vai estar no meu corpo astral.

Eu, em seguida, visualize o “um” três vezes. Meu corpo está agora completamente adormecido. Não tenho consciência de sensações físicas. Minha consciência está no meu corpo astral.

O benefício da formação minha mente desta maneira é que posso acelerar consideravelmente o processo de transferência de minha consciência de distância do corpo físico. Cada vez que executo esta prática, a programação torna-se um pouco mais forte, e agora eu posso visualizar os números e ter o meu corpo adormecido em dois ou três minutos.

Focalização:

Uma vez que estou neste estado, eu tento limpar a minha mente, centrando-se na minha respiração ou na ponta de minha língua ou uma coisa qualquer.

A chave é manter-se consciente enquanto meu corpo está dormindo.

Naturalmente, todos os tipos de pensamentos puxam-me a partir do foco, mas logo que eu vejo que desvio minha atenção, eu volto para a minha concentração em uma coisa.

Minha experiência fora do corpo tem ocorrido após um período de foco quando a minha mente tem estado à beira do sono. Isto é quando tenho que me despertar, quer fora do corpo, ou quando os “picos” já estão para acontecer. Tento manter-se consciente enquanto meu corpo dorme.

Essas minhas práticas tem me ajudado nas minhas experiências fora do corpo, e a cada dia tenho me tornado mais consciente no astral.



Vou postar um livro que é um curso de viagem astral, muito bom:


Um comentário:

  1. O link para fazer o download do livro nao esta mais disponivel, poderia posta lo novamente ou mandar para meu e-mail?
    frayhives@gmail.com
    Desde ja agradeço,
    Abços

    ResponderExcluir

Seguidores